Quer engajar mais os seus alunos?

A educação tradicional vem enfrentando desafios, pela dificuldade e desinteresse dos alunos. Com a facilidade de acesso à tecnologia, hoje os professores disputam atenção com os celulares, tablets e outros dispositivos. Nesse contexto, a gamificação surge como uma estratégia para estimular e promover engajamento entre educadores e alunos em salas de aula.

Muitas pessoas pensam em gamificaçao somente relacionada ao lazer e entretenimento, e desconfiam dos seus fins educativos. Mas como essa nova geração é muito adepta a novas tecnologias, fica mais fácil engajá-los por meio de jogos, que desenvolvem a criatividade, capacidade de concentração e desenvolvimento intelectual. Os jogos não são só ferramentas para aprendizado, mas geram também uma necessidade de competição, já inerente em todo ser humano, possibilitando assim sua evolução rápida por meio da busca pela recompensa e prazer pela superação.

Quais são os benefícios da gamificação na educação?

Permite medir o desempenho.

Enquanto na educação tradicional os resultados demoram, na gamificação o resultado do desempenho do aluno é rápido, o rendimento do estudante pode ser avaliado em tempo real, e eles mesmos conseguem se avaliar, além dos educadores, pensando em atingir um objetivo claro.

O diferencial desse método é que o aluno passa a ter interesse em rever como foi sua performance e pensar em como melhorá-la, já que isso será o estímulo para conquistar uma recompensa maior, consequentemente melhorando sua atenção e concentração na tarefa.

Desperta a curiosidade.

Como existem desafios, fases e prêmios, o aluno ficará curioso para saber qual o próximo passo. Essa curiosidade irá ajudá-lo a progredir, conquistar as metas e objetivos propostos, ou seja, os jogos desenvolvem competências socioemocionais nos alunos.

São uma maneira de engajá-los e oferecendo ao mesmo tempo diversos incentivos para estimular a vontade de realizar uma tarefa. O ambiente de aprendizagem precisa ser motivacional e que gere muita curiosidade, já que os alunos de hoje não tem mais o perfil de ambiente conteudista.

Desconstrói a aprendizagem como algo chato e obrigatório.

Os alunos associam aprendizagem com algo difícil, chato e obrigatório. O método da gamificação ameniza essa dor de aprender um conteúdo e os leva a conhecer novos modelos de aprendizagem.

A gamificação também veio para desconstruir que só o educador é papel central, único detentor do conhecimento, dando a oportunidade do aluno ser um agente ativo no processo de aprendizagem, enquanto o educador se torna o mediador. Assim, as aulas passam a ser mais atrativas para os estudantes, já que agora eles conseguem tomar decisões sozinhos e não só receber informações passivamente.

A gamificação vem transformando a aprendizagem em algo prazeroso para os alunos. Sendo uma forma de despertar o interesse deles e estimulá-los a resolverem as tarefas sozinhos, se divertindo, utilizando as ferramentas tecnológicas para aprender conteúdos e não mais só como instrumento de distração.

E a sua escola, já usa esse recurso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *