3 problemas causados pelo excesso de carros nas escolas

3 problemas causados pelo excesso de carros nas escolas

A volta às aulas sempre traz uma antiga dificuldade para pais e alunos em diversas escolas brasileiras: excesso de carros em frente às instituições, inclusive para aquelas que não estão equipadas tecnologicamente com ferramentas que auxiliem no processo de embarque e desembarque de alunos.

Esta aglomeração de veículos gera outros problemas como multas, roubos e furtos.

A advogada Priscila Spirlandelli, especialista em Direito de Trânsito, apontou que quase um quarto dos pais e responsáveis estacionam de forma irregular.

“Não há um número preciso, mas podemos fazer uma análise com base nas estatísticas de cada Estado brasileiro e concluir que cerca de 35% das paradas em frente às escolas, durante todo o ano letivo, é em faixa dupla”, constata.

Para evitar potenciais ataques de bandidos, tanto para roubos, como para furtos, a Dra. Priscila oferece algumas pequenas dicas que podem coibir ações deste tipo.

“Procure sempre estacionar em condições de sair facilmente, para caso surja algum problema. Evite permanecer no interior de um carro estacionado na via pública, pois é uma oportunidade para que você seja surpreendido. Mas se isso for necessário, faça em local que permita sua ampla visão e esteja alerta à aproximação de estranhos. Se for obrigado a estacionar na via pública, procure locais movimentados e bem iluminados. Não deixe objetos à vista guardando tudo no porta-malas sempre que possível. Além disso, outras medidas podem ser encontradas no Manual de Autoproteção do Cidadão, da Polícia Militar”, orienta a especialista.

Além disso, Spirlandelli , que considera o School Guardian uma excelente solução para auxiliar nos quesitos agilidade, segurança e prevenção sobre multas, falou também sobre a importância de se atentar ao embarque e desembarque de alunos.

“É preciso que esse processo aconteça de forma harmônica e segura. Os pais devem chegar antes para evitar o fluxo de veículos e fazer o embarque e desembarque o mais rápido possível. Ensinar as crianças a deixar tudo pronto antes da chegada à escola e para a saída, é fundamental. Se não houver vaga próxima a escola, dê uma volta no quarteirão, ou estacione em local mais afastado, porém seguro. Se não for acompanhá-lo, oriente seu filho sobre a travessia correta, no semáforo verde para pedestres e em cima da faixa. Eu desconheço outros apps como o Filho sem Fila, porém ele auxilia no encontro de pais e motoristas de transporte escolar com as crianças, principalmente no aumento da segurança de pais e alunos, diminuindo o tempo de espera, agilizando a saída dos alunos, reduzindo a fila de carros e o trânsito no entorno, tudo o que precisamos para modificar todo este cenário”, ressalta.

Por fim, a especialista em Direito do Trânsito, aponta que o problema é a falta de ensino sobre o assunto desde cedo.

“Acredito que o que falta no trânsito é a educação dos condutores. Essa educação deveria começar ainda em idade escolar para que as crianças crescessem com uma consciência de que devemos ser gentis no trânsito”, finaliza a Dra. Priscila.

Então está mais do que na hora de ensinarmos nossos filhos sobre educação no trânsito e que sejamos seus exemplos no dia a dia para que a nossa própria segurança e a de nossa família seja a prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *