Startups conquistam crianças com aplicativos de histórias.

Contar histórias faz parte do mundo e da vida das pessoas. É assim que gerações se conectam e que perpetuamos fábulas. O melhor é que mesmo em tempos de tecnologia é possível manter essa tradição. Agora, startups investem em recursos como realidade aumentada, jogos e gravação de voz para levar as narrativas para as telinhas. Além disso, entram em instituições de ensino com projetos como a árvore de livros, que funciona como uma biblioteca virtual, livros clássicos adaptados para tablets e celulares com interações, animações e sons. Segundo Leo Gmeiner, fundador do Filho sem Fila e diretor do comitê de edtechs (startups de educação) da Associação Brasileira de Startups, é uma oportunidade única para aproximar as crianças da leitura e levar mais um diferencial para as escolas, com inovação. Quer saber mais sobre esses projetos? Confira a matéria completa: https://www1.folha.uol.com.br/mpme/2019/01/startups-criam-plataformas-que-levam-historias-dos-livros-as-telas.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *